Perfil

Data de entrada: 23 de jan. de 2020

Sobre

O POETA E A GRATIDÃO

Era uma vez, quer dizer, não era uma vez, era sempre assim, uma cidade pequeninha no interior da Bahia, por nome de Olindina, uma cidade tranquila, típica do interior, a maioria do povo se conhece, quando não são parentes, mas uma figura não passava despercebido o poeta, ela um senhor de cabelos grisalhos, cajado na mão, olhar tranquilo, semblante que transmitia paz e sabedoria, com sua visão de mundo que passava para todos, conhecimentos e, com isso a cidade demonstrava gratidão por ter aquele senhor, por aquele sábio na comunidade.

Ele gostava de falar sobre os diversos temas, mas nesta tarde foi convidado por crianças a comparecer no coreto da praça para falar sobre gratidão, que prontamente aceito o convite, chegando lá no final de tarde, o sol quase se ponto, com seu sorriso singular cumprimentaram a todos com salve.

-Boa tarde para todos, agradecemos a Deus todo Poderoso por mais uma vez estarmos aqui juntos para absolvermos o néctar do conhecimento, para nas entrelinhas das nossas vidas aprendermos a sermos gratos por tudo, absolutamente tudo, até e principalmente pela vida, pelo sopro da vida dado pelo salvador, à força maior, devemos agradecer aos nossos pais que contribuíram para estarmos aqui, e por nos alimentarmos, cuidarmos na doente e também na saúde, fazermos de nós, verdadeiros seres humanos, eles que cuidaram da nossa educação desde berço, olha que maravilha eles nos ensinaram a amar, olha que coisa maravilhosa, o amor como fonte principal das nossas vidas, onde devemos beber sempre nessa fonte, para não corremos o risco de desidratamos os nossos melhores sentimentos, e corrermos o risco de algumas doenças sociais, que são verdadeiras feridas na alma, como o preconceito.

Achei maravilhoso, ele focar na família como um dos principais pilares emocional para o ser humano e também para a sociedade.

-Sejamos gratos por tudo, pela fé, que nos põem de pé, pelos amigos, que nos dar o ombro para o conselho, para nos amparamos ou para chorarmos, e também pelos os inimigos, aprendemos muito com eles, são verdadeiros lições para corrigirmos as rotas mal traçadas. Temos que entender que a vida vai se renovados e com ela tudo vai sofrendo metamorfose. Então sejamos gratos por cada segundo, por cada minuto, por cada hora por cada aurora. Renovar e sinal de crescimento, sempre no melhor para a humanidade, sempre o melhor para seu coração, e fácil alinhar o seu coração a sua mente, será o ideal do equilíbrio.

Com toda paciência do mundo ele responde a uma pergunta de uma criança:

-Como podemos medir a gratidão poeta?

-A gratidão de um ser humano e imensurável, mas com certeza e exatamente a imensidão de sua alma. Assim como o rio e grato pelo o leito, o leito é grato pelo o rio, o som é grato pelo silêncio assim como o silencio é grato pelo som, a noite é grata pelo o dia, assim como o dia fica agradecida pela noite lhes proporcionar o descanso, a vida torna-se grandiosa, quanto percebemos que para tudo funcionar bem necessita de uma grande troca de gratidão. Observe uma mão lavando a outra, a outra se sente grata e naturalmente lava a sua companheira. Observou quando beija alguém os olhos se fecham em sinal de gratidão.

Outra criança indaga:

-Por que a gratidão não é uma regra?

-Porque tem que ser natural, Estamos em fase de aprendizagem, alguns avançam mais rápidos, outros demoram, mas chega também, a própria vida se encarrega de ensinar a cada coração o que devemos fazer quando recebemos algo, não é regra é amor.

Ele continua:

-Não pense que um brilhante se torna tão lindo de um dia para uma noite, ele é duramente trabalhado e humildemente agradece o polimento e pelo resultado.

-Olha a gratidão de uma borboleta, passa por diversa metamorfose para se transformar em um ser tão lindo, e vem em forma de gratidão embelezar as nossas vidas, num lindo baile de cores nos nossos jardins, nos jardins da vida.

-Comece a agradecer a todos por tudo, não temos certeza do amanhã, do instante seguinte, agradece pelo sorriso de alguém, pelo bom dia, pelo carinho e te dedicado, pela atenção, pelo o amor, pela a vida pelo calor de um abraço. A gratidão e uma das essências do amor. Que é muito utilizado pela nossa alma como forma sublime de nos perfumar ao aproximar de Deus.

Quando o poeta falou que a gratidão era a essência do amor e era a essência que nos aproximava de Deus, simplesmente chorei, as lagrimas inundaram meu ser, pois entendi que perdia muito tempo sem agradecer as pessoas que cruzaram a minha vida em diversos momentos, pois a vida é tão breve e os bons momentos tão raros.

Como sol já estava indo agradecer a Deus por mais um dia, cheio de vida, o poeta disse que tinha que ir embora, mas uma criança levantou o dedinho e disse:

-posso fazer só mais uma pergunta?

-Claro que sim.

-Como posso ser grata a todos?

-Simplesmente... Amando, de todo o coração, a todos os seres de sem distinção, pois, somos a grande obra de Deus. Muito gratos a todos vocês por ter me ouvido, e silenciosamente pegou o seu cajado e se foi na penumbra.

Fique sem palavras por alguns minutos, mas tinha que dizer-te:

-Muito grato por ter lido.

Gaudencio da França Simões

gaudenciofs

Mais ações